domingo, 22 de março de 2009

là où je suis nèe

É bem cedo ainda. Os vizinhos ainda dormem. Ela põe seu casaco novo. Desce os quatro andares pelas escadas. Ruas ainda escuras. As luzes dos postes, ainda acesas, desenham o trilhar perdido. Caminha. Saudade.