quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Ação

Na mudança
Circunstância necessária
Após estar muito no mesmo
Pude contemplar o pôr-do-sol
Não o de antes
E sem as cortinas que o cobria

Fitei-o
Seu brilho não ofuscava
Era o sublime momento
Onde a paciência se revelava...
Uma das mais necessárias virtudes
Que se deve cultivar

Sol,
A luz que se vê nos olhares
São emissões da mesma fonte
Estrelas no horizonte...
A diferença de rotina
Explica a multiplicidade de um mesmo
Sol.


Escrito em 14/10/2008 às 18:43

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Talvez seja saudade (Necessidade?)

A gente vai se esquivando e se enganando. E pra quê? (...) Sabe que me deu uma vontade, esses dias, de apenas te ver? Sei lá! Te ver! Nada mais. Estranho não é? (risos) Sabe... Sentar num lugar qualquer e ficar te olhando. Teu rosto. Teu sorriso. Olhos. Lábios. Cara a cara, saca? Mas eu sei que você vai ficar sem graça. É fato! (risos) Enfim... Mas a gente vai se esquivando e se enganando. Aos poucos se esvaecendo. E pra quê? Me diga! Não sei também. (...) Talvez pra quando chegar à noite, a gente abafar nossas lágrimas no travesseiro empoeirado de melancolia atravessada no tempo.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Amor com o mundo
Sou roubado nessa vida, da tristeza e do caos
Pelos jovens, pelos porcos, pelas rosas
Sou roubado e massacrado
Nas esquinas escondidas e escuras
Nas esplanadas e planaltos
Nas ilhas e nos Alpes
Nas mansões e nos casebres
No jogo, na luta, nos sonhos
Absorvo e concretizo toda forma de amar...

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Num conversar...

Um dia, um amigo me disse assim: - Meu pai sempre diz uma coisa muito interessante quando eu digo que as coisas não estão boas!

Então perguntei: - E o que ele diz?

Ele respondeu: - Se as coisas não estão boas, é porque ainda não chegou ao fim. Pois, tudo, tudo sempre acaba bem!

quinta-feira, 2 de outubro de 2008




A Nano-Existência do Infinito

Por quanto tempo o tempo só vai passar?
Será que um dia ele há de parar?
E se parar, como irá ficar?
Já parou pra pensar?

Do movimento do espaço nasce o tempo...
Mas do movimento do espaço em relação ao que?
É preciso um ponto de referência
Portanto, existe pelo menos outro espaço...
E o que tem ao redor deles?
Dois pontos ocupam algum lugar no espaço...
E esse espaço ocupa lugar no que?
No infinito...
Se o infinito é espaço,
O espaço são infinitos espaços?

O espaço é das dimensões que cada um enxerga a vida,
E será infinito quando o tempo parar,
Este só pára quando seu ponto de referência também chegar...