quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Banho de Mar

À espera de inspiração
Ela não chega
Amanhece desavisada
Disfarçada, obrigada a ser o que não é

Na bagagem feita às pressas não há meias nem calças
Nada
A própria mala é a bagagem
Livre, entregue às distâncias e substâncias
Juntas compõem o sopro do ar na areia

Não espero mais o momento eterno
Vou continuar a rabiscar
Areia