domingo, 22 de março de 2009

là où je suis nèe

É bem cedo ainda. Os vizinhos ainda dormem. Ela põe seu casaco novo. Desce os quatro andares pelas escadas. Ruas ainda escuras. As luzes dos postes, ainda acesas, desenham o trilhar perdido. Caminha. Saudade.

6 comentários:

  1. Angustia..
    NO, gostei ..
    rsrs
    FAvoritei
    Beijaoo

    .

    ResponderExcluir
  2. a curva que ela faz não pertence a rotina antiga.. mas faz parte.. faz sorte... faz morte..

    ResponderExcluir
  3. Linda mensagem. Fez-me refletir como pequenas coisas na vida são tão belas e bonitas.

    ResponderExcluir
  4. "Saudade" é uma palavra que só existe na língua portuguesa. Porque será? Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Que massa, adore, em especial esse textinho. Não li tudo, né? Mas vou acompanhar. A propósito, está lindo teu blog. Parabéns!

    ResponderExcluir