sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Das partes que deixamos passar...


foto: Victor Canti

Espaços...

Vãos...

Inválidos?

Ou válidos?

(...)
Como saber?

(reticências novamente)

ps: Post relacionado ao projeto sem-nome (estamos aceitando sugestões!) que envolve textos criados a partir de fotos e vice-versa.

5 comentários:

  1. Também sou uma adepta desta ponte que liga textos e fotografias. Acho que uma arte ajuda a traduzir a outra, ou às vezes, ajuda a mistificar ainda mais. Um vão pode abrigar infinitos sentidos, que aos olhos incrédulos podem significar apenas o vazio. Beijos e parabéns por este projeto.

    ResponderExcluir
  2. bom o novo projeto fotos-descritas.. bom trabalho.
    então se não houvessem essas partes outras não viriam, pra preencher os vãos de maneira diferente as vezes até melhor do que se não tivéssemos deixado essas partes passarem.. os detalhes sempre fazem a diferença, não é?

    ResponderExcluir
  3. Como saber...

    se fizermos com que cada espaço não seja apenas um vazio, um buraco SIMPLES... talvez as reticências diminua. Mas só diminua.

    bjsssssssssss!!!

    ResponderExcluir
  4. Meninos,

    nunca dá para saber ao certo se os espaços são válidos ou não... porque se observarmos direitinho... é tudo meio estranho... depende sempre do momento e do ponto-de-vista... resumindo: não há uma resposta exata.
    Quanto ao projeto de vocês... é interessante... Mas um nome? Minhas idéias sempre são péssimas... Hum... Momentos Entrelaçados? Momentos (Des)conexos! (Certo, soou tendencioso e meio ilógico).... Se pensar em algo que valha... eu digo... - rs.

    Beijos (Des)conexos!

    ResponderExcluir
  5. "coma" ...um intervalo de tempo...

    ResponderExcluir