21 de agosto de 2008

Meu Ser

Uma noite, uma lua, eu espero
Um raio de luz, algo que desconheço
Enquanto todas as eras se passaram

Num minuto, num olhar, eu vislumbro
O que antes só podia sonhar
E desejar no profundo da minh' alma

Esse amor que não irá acabar
Água de um lago, que evapora e se renova
Irriga e preenche o meu ser

O seu amanhecer
Pode parecer tolo, mas é isso que desejo
Ter...


Autores:
Ana, Rafaela, Franciscus Danton, Victor Canti

9 comentários:

  1. Parabéns pelo blog, gostei muito do visual clean!

    Um abraço,
    Bruno.

    Blog sobre os jogos olímpicos e a psicologia do esporte!

    http://observatoriodepequim2008.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Esperar...
    Lindo o poema!!
    Blog continuaa maravilhoso como sempre!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Esperar...
    Lindo o poema!!
    Blog continuaa maravilhoso como sempre!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Belíssimo!
    Soa como psicodelia romântica.
    Abç.

    ResponderExcluir
  5. esperar e depois ter (...)

    belo!

    ResponderExcluir
  6. Ah...como é bom não é pessoal ? ter o amnhecer de alguém....=)

    Acordar com quem se ama não sei nem se é acordar. Me parece mais um flutuar entre o sonho e a realidade. E nos parece um sonho tão bom, daqueles que nem o sono ousou sonhar.

    =)

    ResponderExcluir
  7. LIINDO poema!
    blog show de bola viu?
    mal achei e já gostei muito!
    ;*

    ResponderExcluir
  8. Belo poema... feito a quantas mãos? Quânt(ic)a inspiração!

    ResponderExcluir
  9. Muito legal, o poema! Adorei o blog!

    Abraços
    Ramiro
    http://traindoarazao.blogspot.com/

    ResponderExcluir