quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Vídeos

Estou republicando estes vídeos devido a grande repercussão anterior, agora tudo num único post, quem ainda não viu deixe-nos sua reflexão...


Viagem no Tempo




Estrangeiro




É

10 comentários:

  1. Lisérgia poética de primeira qualidade.
    Grande abç.

    ResponderExcluir
  2. poxa cara,
    obrigado mesmo pela perseverança em comentar...realmente eu não sabia que lá tava bloqueado..
    adoro receber comentários, principalmente de quem gosta e aprecia literatura e tb escreve.
    seu blog é muito bom
    com certeza estarei visitando aqui com frequência em busca de inpiraçao
    parabéns,
    siga em frente
    sucesso!!

    ResponderExcluir
  3. Poxa, to sem placa de vídeo aqui no momento. Estou só registrando a visita no blog, porque não gosto de calotear.

    Dei uma olhada nos demais posts e achei algumas coisas bem interessantes! Quando possível passo aqui de novo e faço um comentário mais decente.

    []'s

    http://musica-holic.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Nem consegui ver os videos
    meu provedor proibiu links de video
    =/

    beeijO

    ResponderExcluir
  5. ótimo os videos, o primeiro é o melhor, esse tipo de música de fundo relaxa, da uma sensação de paz...
    voltarei outras vzs

    passa lá no meu blog depois
    abraços

    ResponderExcluir
  6. gostei do biagem no tempo


    bons videos

    ResponderExcluir
  7. Fazendo uma visitinha....Gostei daki ;)

    ResponderExcluir
  8. Os vídeos são ineteressantes, mas o que mais gostei foi a do esrangeiro, porque a verdade, é que muitos de nós se sente assim... perdido... estrangeiro na própria terra...

    Beijos (Des)conexos!;)

    P.S.: que bom que você gostou dos poemas...

    ResponderExcluir
  9. Passageiros retrata um pouco sobre meu último post, quando estamos no corre corre de nossa luta pela sobrevivência, vamos nos preenchendo com um nada que na verdade não nos serve para nada.
    Só nos sentimos bem quando estamos em silêncio, prestando atenção em nós mesmos, no que sentimos, no que amamos e no que somos verdadeiramente, quando preenchemos nosso nada interior com coisas que realmente nos servirão para alguma coisa.
    Andrea Leite

    ResponderExcluir