quinta-feira, 12 de junho de 2008

Universo
Não sei que sei o não sei
Não sei, não sei que não sei
Não sei que sei
Sei que sei e que não sei
Não sei que sei o que sei
Não sei o que sei que não sei
Não sei se sei o que sei
O que sei?

19 comentários:

  1. Não sei se sei se você sabe.
    Talvez saiba e não sabe.
    Não sei.

    :D

    ótimo!

    ResponderExcluir
  2. Gostei!

    visita ae:

    http://devaneiosdeumamenteconturbada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Se soubessemos, não existira a pergunta.

    Ou até, saberíamos.

    ResponderExcluir
  4. Voce sabe que eu sei, aquilo que certamente eu nao sei? Acho que nao, logo, porque nem eu sei, o que eu sei...q loucura...huhaahuha

    ResponderExcluir
  5. Não dá para deixar de lembrar de Sócrates:
    "Só sei que nada sei."

    Abço

    ResponderExcluir
  6. Só sei do q nada sei.

    Sucinto e profundo.
    Detesto textos tagarelas q ñ dizem nada...Vc leh e nada fk.
    Os seus estão kd vez melhor.
    Muito provavelmente, entre os poetas undergrounds q conheço, vc eh o mais talentoso.
    Grande abç.

    Phábio Pio

    ResponderExcluir
  7. "Só sei do q nada sei".

    Sucinto e profundo.
    Detesto textos tagarelas q ñ dizem nada...Vc leh e nada fk.
    Os seus estão kd vez melhores.
    Muito provavelmente, entre os poetas undergrounds q conheço, vc eh o mais talentoso.
    Grande abç.

    ResponderExcluir
  8. A inconstante dúvida suscita o bom do aprendizado..

    Eu e minhas eternas questões.. meus vastos sentidos.. a procura de questões práticas.. que de fato nunca se acabarão.

    Vim pelo orkut te visitar.

    Abçs,



    Texto de hoje: hÁ coIsaS quE o teMpO cuIDa bEm...

    Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

    O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

    ResponderExcluir
  9. Victor.


    Poema melódico, onde o sei e não sei, ganha o ritmo da contínua descoberta de estar sempre a indagar-se sobre o saber que há em sua essência. Muito bom!

    Beijos Poéticos.
    ;***

    ResponderExcluir
  10. Todos pensamos que sabemos algo, mas no fim não sabemos de quase nada. é como um filósofo disse :"só sei que nada sei".
    Procuramos saber, sabemos errado ou sabemos certo? não sei.
    Eu sei que eu sei, que o que eu sei, eu sei.


    Parabéns, seu blog está muito bom!
    Só uma pergunta: vc faz comunicação?

    ResponderExcluir
  11. Acho que, quanto mais sei, menos sei, no final de tudo.

    Bjs querido.


    FUIZ...

    ResponderExcluir
  12. a inerência do não saber.encantador!

    ResponderExcluir
  13. Victor

    é interessante o título e cada verso... São infindáveis as respostas dadas a esta indagação?
    O que realmente sei?
    No fundo... algo... mas uma parcela bem ínfima... do que este algo pode ou não realmente representar...

    Beijos (Des)conexos!

    ResponderExcluir
  14. Poxaaa quanto não sei Victor...até eu nem sei o que pensar...atualizei o biologa e o goiabitas depois dá uma olhada.Beijuuss

    ResponderExcluir
  15. Acho que é possível aprender muito com o "não sei".
    Questionar-se diante de um universo relacional já é uma ponta de saber.
    Abraço,
    Leonardo.

    www.lioh.arteblog.com.br/

    ResponderExcluir
  16. não sei se sei se sabe se sei que... nao entendi nada disso!

    =)

    ResponderExcluir
  17. Sei sim!!!

    Sei que não sei!


    Beatriz
    http://cartasaoavesso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. gostei dessa areia movedi'ca para pensantes.... gostei tbm do titulo


    C Sturba

    ResponderExcluir